segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

A mãe não me deixa contar

18001142
276 páginas
Esta obra é baseada na história real do pequeno Reece de sete anos, último retirado aos pais biológicos e encaminhado para famílias de acolhimento ao abrigo de uma ordem judicial. Cathy Glass é a sua quarta cuidadora num período de apenas um mês. O comportamento da criança revela-se desde logo agressivo, hiperativo e caótico. Cathy começa a mudar o comportamento do rapazinho à medida que vai conquistando a sua confiança, mas apesar dos seus esforços não consegue chegar às razões profundas que perturbam Reece.

Mesmo que não tivesse gostado este livro seria especial pela menina que mo ofereceu, A minha querida Vera Neves do Sinfonias. Apesar de não conhecer bem esta autora fiquei rendida a este livro. Temos um menino que sofreu horrores na mão da família e que por isso se torna mais difícil.
Fiquei com uma dúvida será ético ela relatar os casos porque passa, mesmo alterando os nomes.
Bem foi uma experiencia interessante :) Obrigada Verinha
18664419
Lá fora

8 comentários:

  1. Olá!

    Ainda hoje estive a ler a sinopse deste livro e pensei "Tenho que o ler"!
    Gostei da opinião. Agora fiquei ainda mais curiosa.

    Boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lê que de certeza que não te vais arrepender :)

      Eliminar
  2. Boa tarde Maria João!
    Sempre que leio um livro da Cathy Glass fico agarrada a ele e não consigo largá-lo. Dizem-me muito, talvez porque trabalho diariamente com crianças e acompanhe alguns casos complicados, apesar de não da mesma forma intensa.
    Não li este livro, mas de certeza que irei gostar imenso.
    Obrigada pela partilha.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não sabia que trabalhavas com crianças, deve ser muito recompensador :)
      Lê que não te vais arrepender
      beijo beijo

      Eliminar
  3. Segui :)
    Deixo aqui o meu primeiro passatempo caso queiras participar :)
    http://diasporadossentidos.blogspot.com/2015/01/1-sorteio-diaspora-dos-sentidos-o-velho.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. já estou a ir ver.
      Obrigada por nos teres visitado :)

      Eliminar
  4. Obrigada Pedro Taveira, pela partilha.
    Vou espreitar o seu blog. Um abraço

    ResponderEliminar